Educação diminui desigualdade social

O investimento em educação é a melhor solução para diminuir a desigualdade social do Brasil. É no que acredita o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Glauco Arbix, afirmando que só a educação prepara e inclui pessoas no mercado de trabalho.

Em sua opinião, o programa social do governo Bolsa Família é uma proposta interessante porque, ao exigir que as crianças estudem, estimula a educação junto às pessoas mais necessitadas. Ao dar a bolsa para o jovem, o programa evita que ele troque os estudos pelo trabalho para ajudar no sustento da família.

Como o investimento em educação deve ser feito no longo prazo, o presidente do Ipea defendeu que o Bolsa Família seja avaliado futuramente. "Os programas sociais são voltados para o futuro", ressaltou.

Arbix apontou como exemplo de que a educação combate a miséria citando a área rural brasileira. Segundo ele, graças aos investimentos feitos nos últimos anos nessa região, a pobreza diminuiu em 10 pontos percentuais.