Suplemento alimentar reduz índices de desnutrição

Um biscoito feito à base de inhame, proteína de soja, folha de mandioca e um suco com inhame, maça e limão. Esta é a fórmula que promete ajudar na redução dos altos índices de desnutrição e mortalidade decorrente que ocorrem no Brasil. Ela foi desenvolvida por alunos do Centro Federal de Educação Tecnológica, de Belo Horizonte (MG).

Para chegar a essa conclusão, os responsáveis pelo projeto "Brasil Sustança" fizeram um levantamento dos possíveis ingredientes para compor o suplemento. Para que o custo ficasse mais acessível à população e até ao governo foram eliminadas as possibilidades de agregar à fórmula produtos que, embora ricos em vitaminas, fossem caros. Diferentes alimentos e proporções foram combinados até se chegar a um resultado satisfatório.

"Cada biscoito custa o equivalente a R$ 0,06. Além disso, conseguimos comprovar que o consumo de cinco biscoitos mais um copo de suco correspondem a um prato de feijoada," conta a estudante Tamara Hadassa Soares de Ávila.

E, segundo ela, a mistura além de saborosa ajuda a prevenir doenças. "O inhame por exemplo, ajuda na prevenção da malária, da febre amarela e da dengue", garante. "Nossa pretensão é oferecer esse suplemento alimentar a população de baixa renda e a escola pública," revela.